Artigos

Cultura

Willy serve à mediocridade – fim

Willy serve à mediocridade  -  fim Folha de S.Paulo Domingo, 24 de junho de 1984   -   ILUSTRADA   -   6º caderno   -   página 55   Jorge Antunes   Os conflitos ideológico-composicionais manifestados na última fase de Cornelius Cardew encontraram ressonância...

ler mais

Willy serve à mediocridade – 2

Willy serve à mediocridade  -  2 Folha de S. Paulo Domingo, 17 de junho de 1984  -  ILUSTRADA  -  8º caderno   -   página 65   Jorge Antunes   O compositor brasileiro, hoje um burguês privilegiado e esclarecido, há de ser o libertário que sonha com a...

ler mais

Willy serve à mediocridade-1

Willy serve à mediocridade-1 Folha de S. Paulo Domingo, 27 de maio de 1984   -   ILUSTRADA   -   8º caderno   -   página 69   Jorge Antunes   “Primeiramente, o que é que um compositor pensa que está fazendo? Por que e com que espírito se senta para compor? É...

ler mais

Quero me posicionar!

Quero me posicionar! Jorge Antunes   Tenho recebido inúmeras manifestações de músicos brasileiros, com opiniões, protestos, defesas, ataques e reflexões sobre a polêmica criada na OSB, a Orquestra Sinfônica Brasileira. A administração da orquestra e o seu regente...

ler mais

Os Caminhos da Produção Independente

Os Caminhos da Produção Independente Ilustrada, FOLHA DE S. PAULO, p. 42, 5º caderno Domingo, 20 de fevereiro de 1983   Jorge Antunes   A nova legislação do Direito Autoral dá hoje, sabiamente, maior importância à palavra publicação do que a palavra edição:...

ler mais

O Brasil pode orquestrar o mundo?

O Brasil pode orquestrar o mundo? Jorge Antunes, 62, maestro e compositor, é professor titular da UnB - antunes@unb.br         A comunidade musical brasileira está em estado de choque com a notícia de que o governo de São Paulo acabou com a Orquestra Sinfonia...

ler mais

O Avanço da Produção Independente

O Avanço da Produção Independente Ilustrada, FOLHA DE S. PAULO, p. 42, 5º caderno Domingo, 20 de fevereiro de 1983   Jorge Antunes   As relações decisivas da comunicação musical não se desenvolvem apenas no plano artístico, mas também no plano econômico. Sou...

ler mais

Na casa de Gilberto Gil

Na casa de Gilberto Gil 29/08/2006 - JORNAL DE BRASÍLIA Opinião – Jorge Antunes (matéria retirada da Internet)   Jorge Antunes maestro e compositor   Ficou tudo acertado. A reunião aconteceu no apartamento do cantor e compositor Gilberto Gil. Era noite de...

ler mais

A Criminalização da Cultura no DF

A Criminalização da Cultura no DF Prof. Dr. Jorge Antunes Maestro, Compositor, Pesquisador do CNPq, Pesquisador Sênior da UnB – antunes@unb.br, Membro da Academia Brasileira de Música   O oboísta ficou surdo. Isso aconteceu durante os ensaios da orquestra. A...

ler mais

A Cultura, o IBGE e o Minc

A Cultura, o IBGE e o Minc Prof. Dr. Jorge Antunes maestro, compositor, pesquisador sênior da UnB – antunes@unb.br   Quando o IBGE inventou nova metodologia para cálculo do PIB, lembrei-me do diferencial delta da Proconsult, que dava a derrota a Brizola nas...

ler mais